Segunda, 18 de Janeiro de 2021 20:52
99 3199-1120
Cidades RODOVIA FEDERAL

Governo Federal entregou nesta segunda 21, mais 11 km da BR-135

O Ministério da Infraestrutura recuperou entre o km 30 e km 41 da rodovia que interliga a capital maranhense São Luís e o Porto de Itaqui.

22/12/2020 20h02
87.836
Por: Redação Fonte: Governo Federal
Rodovia serve o Porto de Itaqui e é o único acesso à capital São Luís (Foto: Divulgação/Ministério da Infraestrutura)
Rodovia serve o Porto de Itaqui e é o único acesso à capital São Luís (Foto: Divulgação/Ministério da Infraestrutura)

O Ministério da Infraestrutura (MInfra), por meio do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), entregou nesta segunda-feira (21), 11 quilômetros de pista restaurada, no lote 1 da rodovia BR-135/MA, entre o km 30 e km 41. Anteriormente, no mesmo lote, outros 25 quilômetros já haviam sido duplicados. A obra foi realizada em parceria com o 1º Grupamento de Engenharia do Exército e executada pelo 3º Batalhão de Engenharia de Construção, por meio de Termo de Execução Descentralizada (TED).

"A gente sabe da importância econômica dessa rodovia pela ligação com o Porto de Itaqui e por ser a única via de acesso para a capital São Luís. Sabemos o quanto de carga passa pela BR-135, o quanto de riquezas e de sonhos. Não é por acaso que priorizamos essa obra e colocamos o Exército para tomar conta. E vamos continuar cuidando da infraestrutura do Maranhão como um todo" - avalia o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas.

A OBRA: Os serviços de duplicação da BR-135/MA foram divididos em três lotes. O primeiro, entre Estiva até a cidade de Bacabeira, está concluído. No lote 2, as equipes trabalham entre as cidades de Bacabeira e Itapecuru (Outeiro), do km 51 ao km 95, incluindo obras de duplicação, entre Bacabeira e Santa Rita. Por fim, o lote 3 está localizado no trecho entre Outeiro e Miranda do Norte, do km 95 ao km 127,3.

Nesta etapa, foram realizados serviços de fresagem da capa asfáltica, execução de base em brita graduada com adição de cimento, tratamento superficial simples e revestimento da pista de rolamento em concreto betuminoso usinado. O investimento total foi de R$ 42 milhões.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.