Sexta, 27 de Novembro de 2020 08:08
99 3199-1120
Destaque LAMENTÁVEL

Bolsonaro cancela visita a Balsas - MA após Flávio Dino se negar a disponibilizar a Polícia Militar

A visita do Presidente da República estava marcado para o próximo dia 30, mas segundo Bolsonaro em entrevista a Jovem Pan, ele cancelou a ida por conta da não disponibilização da Polícia Militar pelo Governo do Maranhão para dar apoio a sua segurança.

21/10/2020 22h51 Atualizada há 1 mês
109.617
Por: Willamy Figueira
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

A visita do Presidente da República, Jair Bolsonaro a Balsas no Maranhão foi cancelada e anunciada por ele mesmo, em uma entrevista no início da noite desta quarta-feira (21), a rádio Jovem Pan, que fazia a transmissão de sua programação nas redes sociais. De acordo com as informações obtidas pelo Lnove.com, Bolsonaro foi orientado pelo Gabinete de Segurança Institucional (GSI), a cancelar a ida para Balsas - MA que estava agendado para o dia 30 de outubro (sexta-feira), por questões de segurança, já que o governador Flávio Dino (PCdoB), se negou a disponibilizar a Polícia Militar, para dar apoio na segurança do presidente e toda sua comitiva.

Retificando: "O Presidente da República, Jair Messias Bolsonaro, cancelou sua ida apenas para o município de Balsas - MA e não sua vinda para o Maranhão, como tínhamos anunciado  anteriormente na matéria e com isso foi feita a correção  da informação de acordo com novos contatos feito pelo Lnove.com com os responsáveis pela vinda do presidente Bolsonaro a São Luís e Imperatriz no mesmo período que iria para Balsas."

Bolsonaro estava concedendo uma entrevista para falar a respeito de sua decisão junto ao Ministério da Saúde, de não fazer a aquisição da vacina chinesa que está em sua fase final de testes em parceria com o Instituto Butantan e aproveitou o espaço do programa para noticiar que não iria mais a Balsas.

Veja o trecho da entrevista:

Em nota a Secretaria de Segurança Pública do Maranhão (SSP-MA), informou que é mentirosa qualquer versão de que foi negada segurança ao Presidente da República pela pasta da "Segurança Pública", em suposta visita à cidade de Balsas.

Flávio Dino também em suas redes sociais, se pronunciou e afirmou que a informação passada pelo presidente é mentirosa e o desafiou a comprovar tal afirmação de Bolsonaro.

Não é de hoje que o governador do Maranhão não se entende com o presidente Bolsonaro, já que Flávio Dino pertence ao Partido Comunista do Brasil e Bolsonaro odeia a esquerda brasileira que ao longo de sua trajetória política como candidato a presidente, foi atacado veemente por eles. Flávio Dino flerta com a possibilidade de se tornar candidato a presidente da República em 2022 e se tornar principal adversário de Bolsonaro.

2 comentários
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.