Domingo, 12 de Julho de 2020 23:32
99 98131-0721
Política LOCKDOWN NO MA

OMS critica "lockdown" e usa isolamento sueco como modelo a ser seguido

A Organização Mundial de Sáude (OMS), critica o modelo usado de lockdown (bloqueio total), adotado pela Justiça maranhense que entrará em vigor a partir desta terça-feira (05) e afirma que Suécia é o modelo de isolamento social como referência mundial.

03/05/2020 17h08 Atualizada há 2 meses
67.697
Por: Willamy Figueira
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Em meio a polêmica envolvendo um Decreto de "lockdown" na Região Metropolitana de São Luis, pela Justiça do Maranhão, a Organização Mundial de Saúde (OMS), fez duras críticas a bloqueio total como modelo de isolamento.

O diretor executivo da OMS, Michael Ryan, criticou a medida de "lockdown" adotada na última quinta-feira (30), pelo juiz Douglas de Melo Martins, da Vara de Interesses Difusos e Coletivos da Comarca da Ilha de São Luís, que passará a entrar em vigor nesta terça-feira (05), em São Luis, São José de Ribamar, Paço do Lumiar e Raposa.

A OMS elogiou o "modelo sueco a ser seguido" de isolamento social, que gerou polêmica, onde a Suécia se recusou, no período entre março e abril, a implementar leis específicas para quarentena e isolamento social. Ao invés da regulamentação pesada de outros países da Escandinávia (região do norte europeu que agrupa Dinamarca, Noruega, Suécia, Islândia e Finlândia), o governo sueco propôs uma política pública baseada em compreensão, cuidado e segurança com o próximo.

"Há uma percepção de que a Suécia não criou medidas de controle e deixou a doença se disseminar, mas isso não poderia estar mais longe da verdade", afirmou Ryan."[O país] criou uma política pública muito dura de distanciamento social baseada em cuidar e proteger pessoas internadas. O que houve de diferente foi a confiança na cidadania e a habilidade individual dos cidadãos de se imporem o distanciamento social e os devidos cuidados [contra a infecção]" - afirmou o médico em coletiva.

Diante do anúncio do "lockdwon" na Região Metropolitana de São Luis, houve rumores de que supermercados passaria a fechar as portas durante o bloqueio total, levando horas depois de ser anunciado, a super lotação de uma rede de supermercados em vários pontos da capital maranhense, com filas quilométricas e aglomerações, levando a possibilidade de contagio pelo Coronavírus (Covid-19).

Críticas:

O juiz Douglas Martins, que determinou o "lockdown" na Região Metropolitana de São Luis e foi prontamente atendido pelo governador Flávio Dino, teve como orientador de sua monografia em direito, o próprio Flávio Dino. Quando o governador do Maranhão estava sendo acusado de desvios de verbas, o juiz Douglas Martins, se considerou incapaz de de julgar a ação, alegando "foro íntimo", aponta o site Atual 7, que noticiou a declaração do juiz Douglas Martins em 2018.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.