Google Adsense Topo
GREVE

São Luis terá greve no transporte público na próxima segunda-feira (17) afirma Sindicato da categoria

A paralisão afetará 20% de toda frota de ônibus coletivo após o Sindicato dos Rodoviários do Maranhão (STTREMA) não chegar a um acordo com o Sindicato das Empresas de Transportes de Passageiros (SET).

13/02/2020 22h21
Por: Redação
27.488
A greve é o resultado do SET não aceitar o reajuste de 15% pedido pelos rodoviários (Foto: Divulgação)
A greve é o resultado do SET não aceitar o reajuste de 15% pedido pelos rodoviários (Foto: Divulgação)



O Sindicado dos Rodoviários do Maranhão (STTREMA) informou que vai deflagrar na segunda-feira (17) uma paralisação no transporte público de São Luís. A categoria alega que não chegou a um acordo com o Sindicato das Empresas de Transportes de Passageiros (SET) e pede um reajuste salarial de 15%.

Os rodoviários haviam dado um prazo de 72 horas para que o SET apresentasse uma nova proposta. Segundo o sindicato, como nada foi proposto, a categoria decidiu deflagrar a greve. Mais de 700 mil usuários do transporte público na capital devem ser afetados.

Uma decisão do Tribunal Regional do Trabalho no Maranhão (TRT-MA) determinou que os rodoviários mantenham 80% da frota circulando normalmente em horários considerados de pico e 60% em horários considerados normais, sob multa diária de R$ 30 mil. A categoria afirma que deve cumprir com a decisão.

Uma audiência de conciliação entre rodoviários e empresários está marcada para o dia 21 de fevereiro, na vice-presidência do TRT-MA, para discutir o acordo entre as categorias.

Desde janeiro, a categoria tem realizado reuniões para tentar chegar a um acordo com o sindicato. Entre as reivindicações dos rodoviários, estão um reajuste salarial de 15%, ticket alimentação de R$ 700, manutenção do plano de saúde, permanência dos cobradores em atividade e aumento de R$ 400 para os motoristas que atuam como cobradores nos coletivos.

De acordo com o STTREMA, a proposta apresentada pelo SET foi de um reajuste salarial de 2,5%, a manutenção do valor atual do ticket alimentação e o pagamento de R$ 200 no salário de motoristas que exercem funções simultânea como cobradores. Além disso, os rodoviários alegam que os empresários querem o fim do plano de saúde e que o valor pago no ticket alimentação seja por dia trabalhado, para quem exercer as duas funções.

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários
Imperatriz - MA
Atualizado às 06h43
23°
Muitas nuvens Máxima: 34° - Mínima: 23°
23°

Sensação

11.9 km/h

Vento

83.9%

Umidade

Fonte: Climatempo
Municípios
Banner Sessão Esportes
Últimas notícias
Banner Sessão Entretenimento
Mais lidas
Banner Sessão Saúde
Adsense lateral interna posição 5