25°

Nuvens esparsas

São Luís - MA

Geral Maranhão

Operação Resguardo de combate à violência contra a mulher resulta na prisão de 172 pessoas no Maranhão

Nos 30 dias de operação, foram cumpridos 33 mandados de prisão temporária, 4.715 vítimas atendidas e 18 vítimas resgatadas de alguma forma de violê...

09/03/2022 às 18h20
Por: Redação Lnove Fonte: Secom Maranhão
Compartilhe:
(Foto: Divulgação)
(Foto: Divulgação)

De 2 de fevereiro a 8 de março, 172 pessoas foram presas durante a deflagração da segunda edição da Operação Resguardo, que terminou nesta terça-feira (8), Dia Internacional da Mulher. Nos 30 dias de operação, foram cumpridos 33 mandados de prisão temporária, 4.715 vítimas atendidas e 18 vítimas resgatadas de alguma forma de violência. Toda ação foi coordenada pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP), por meio da Secretaria de Operações Integradas (Seopi).

Nos últimos 30 dias, policiais civis de todo o país intensificaram as ações para buscar criminosos que cometeram diversos tipos de violência contra a mulher. No Maranhão, o balanço parcial da operação foi apresentado nesta terça-feira (8), durante um evento em comemoração ao Dia Internacional da Mulher, realizado na Casa da Mulher Brasileira, em São Luís. Entre as autoridades presentes, estavam o secretário de Segurança Pública do Maranhão, Leonardo Diniz; o delegado geral de Polícia Civil, André Gossain; a coordenadora das Delegacias Especiais da Mulher, Kazumi Tanaka; a coordenadora do Departamento de Feminicídio, Wanda Moura; além de outros convidados ligados ao setor da segurança pública.

A Polícia Civil do Estado também calculou 352 denúncias recebidas, 467 visitas ou diligências policiais realizadas, além de 733 Medidas Protetivas de Urgência requisitadas. Vale destacar também que 809 policiais civis participaram da operação que resultou em 944 inquéritos policiais concluídos e 981 Inquéritos policiais instaurados. Durante o evento, a Polícia Civil do Maranhão inaugurou novos espaços de atendimento individualizado na recepção do plantão policial que funciona na Casa da Mulher Brasileira.

A Operação Resguardo contou com a parceria do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos (MMFDH), responsável pelos canais de denúncias de violências – como o disque 180 e o Ligue 100. As denúncias de violência contra a mulher podem ser feitas por meio do Ligue 180 e de canais locais, de forma anônima. Qualquer pessoa pode acionar o serviço, que funciona diariamente, 24 horas, incluindo sábados, domingos e feriados. O serviço cadastra e encaminha os casos aos órgãos competentes. Além disso, as delegacias estaduais também receberão denúncias presenciais. A primeira edição da Operação Resguardo, realizada de janeiro a março de 2021, apurou 51.551 denúncias. Quase 190 mil vítimas foram atendidas, 1.431 solicitações de mandados de busca foram expedidos e mais de 10 mil pessoas presas.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
São Luís - MA Atualizado às 03h59 - Fonte: ClimaTempo
25°
Nuvens esparsas

Mín. 24° Máx. 29°

Sáb 30°C 23°C
Dom 29°C 24°C
Seg 29°C 24°C
Ter 29°C 23°C
Qua 29°C 24°C
Horóscopo
Áries
Touro
Gêmeos
Câncer
Leão
Virgem
Libra
Escorpião
Sagitário
Capricórnio
Aquário
Peixes
Enquete