Direitos Humanos Maranhão

Adolescentes da Funac participam de ato pela vida em Imperatriz

Ato rendeu homenagens às pessoas que tiverem parentes e amigos vitimados pela Covid-19.

20/07/2021 10h45
Por: Redação Fonte: Secom Maranhão
Ato em memória às vidas perdidas para Covid-19 realizado em Imperatriz (Foto: Divulgação)
Ato em memória às vidas perdidas para Covid-19 realizado em Imperatriz (Foto: Divulgação)

Momentos de emoção no ato em memória às vidas perdidas pela pandemia Covid-19. Foi assim durante o projeto Vidas por Vidas, iniciativa da Fundação da Criança e do Adolescentes (Funac), por meio das unidades da Região Tocantina, que realizaram um ato, no dia 15 deste mês, na Beira Rio (concha acústica), em Imperatriz, com o objetivo de refletir sobre o valor da vida.

Na oportunidade, aconteceram homenagens às pessoas que tiverem parentes e amigos vitimados pela Covid-19, ressaltaram a importância da imunização pela vacina para todos e comemoraram os 31 anos do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA).

A coordenadora de Programas Socioeducativos da Funac, Eunice Fernandes, informou que o projeto foi pensado pelas 3 unidades, com a iniciativa de trabalhar a valorização da vida num momento que se faz relembrar o quanto ela é importante. Ressaltou que, com sensibilização e interlocução, os 31 anos do ECA também devem ser lembrados, pois está é uma lei que trata a vida como valor universal para o ser humano. 

“Sensibilizar o adolescente para o valor da vida e a importância de cuidar do próximo. O projeto vem demonstrar a atenção dos servidores com as ações sociopedagógica, sempre motivados a pensar ações que enriquecem e integram servidores, socioeducandos e parceiros e, com isso, estimula o protagonismo dos adolescentes e jovens”, reforça a coordenadora.

O socioeducando que se preparou para ação ao longo da semana, destaca a importância de homenagear tantas famílias que perderam seus entes queridos. “É um momento difícil com tantas perdas, mas devemos nos cuidar e tomar vacina. Quero agradecer a Deus, a Funac e todos da equipe que nos ajudam a acreditar na vida”, esclarece.

“Buscamos conscientizar as pessoas sobre a importância da vacina e ficar atentos às notícias falsas, pois muita gente se recusa a se imunizar. Isso é muito sério. Fizemos, nas unidades da Funac, oficinas sobre prevenção, cuidado e reflexão. Os adolescentes acolheram bem a proposta e estarão conscientizando também seus familiares”, afirma a coordenadora Técnica do Cidadã, Martha Carvalho.

O Padre Erisvaldo Cardoso, da Pastoral Carcerária, agradece o convite em participar de um evento em prol da vida humana. “Quero parabenizar a Funac pela atitude, e nossa mensagem às famílias é que Deus está conosco aliviando nosso fardo, mesmo no momento difícil ele nos confortará, o importante é continuar firme, nos cuidando e poder cuidar do outro”, comenta.

A programação contou, na abertura, com a fala da coordenadora Eunice Fernandes; reflexão, com pastor Jonatas Silva e o Padre Elisvaldo Cardoso; e leitura de mensagens por servidores e adolescentes.

No encerramento, as vítimas foram lembradas com nomes e frases nos balões soltos, momento de muita emoção e sentimento de satisfação para equipe dos centros que organizaram o ato de esperança e amor à vida.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.