Saúde Maranhão

Lacen celebra 102 anos com investimentos para fortalecer atuação do laboratório durante a pandemia

o último ano, com a pandemia da Covid-19, o laboratório reafirmou a sua atuação contra as doenças endêmicas e a favor da saúde pública.

18/05/2021 18h41
Por: Redação Fonte: Secom Maranhão
Análises de amostras do Covid-19 são feitas no Lacen (Foto:
Análises de amostras do Covid-19 são feitas no Lacen (Foto:

O Laboratório Central de Referência em Saúde Pública do Maranhão (Lacen/MA), instituição vinculada à Secretaria de Estado da Saúde (SES), completa 102 anos nesta quarta-feira (19). No último ano, com a pandemia da Covid-19, o laboratório reafirmou a sua atuação contra as doenças endêmicas e a favor da saúde pública. O serviço, que já recebeu grandes investimentos, continua sendo modernizado pelo Governo do Estado. 

“Comemorar o aniversário deste importante equipamento é mais que celebrar uma data, é reconhecer que o laboratório tem, através da atuação na pandemia, fortalecido significativamente o combate à Covid-19. Com o diagnóstico rápido e preciso, bem como os inquéritos sorológicos já realizados, o Lacen tem sido indispensável nesta luta”, destaca o secretário de Estado da Saúde, Carlos Lula. 

Entre os mais recentes investimentos da atual gestão no Lacen está a estruturação do Laboratório de Biologia Molecular para diagnóstico das infecções. Além do espaço físico, foram adquiridos equipamentos e reagentes para a estruturação do setor e contratados novos profissionais. Os investimentos permitiram que o diagnóstico da Covid-19 passasse a ser realizado no Maranhão. 

“No momento, o envio das amostras para fora do estado são apenas daquelas que precisam do sequenciamento genético, mas o Estado já está providenciando os equipamentos para que a gente possa identificar as variantes do coronavírus aqui”, conta o diretor geral do Lacen-MA, Lídio Gonçalves. 

A modernização possibilitou também a realização do PCR em tempo real, método muito mais sensível, específico e rápido, e amplamente utilizado na infectologia clínica para a detecção de patógenos, identificando infecções virais e bacterianas. 

A projeção futura, ainda dentro do setor de Biologia Molecular, inclui a implementação do diagnóstico molecular das arboviroses, da raiva, da leishmaniose e de outras doenças endêmicas no Maranhão, a exemplo da já realizada implantação do diagnóstico de outros vírus respiratórios como Influenza, Metapneumovírus, Adenovírus, Rinovírus e outros.  

Lacen também auxilia no reconhecimento de dengue, zika vírus e outros (Foto: Julyane Galvão)

Para além do setor de Biologia Molecular, outros setores do laboratório também estão em processo de modernização. Estão sendo, por exemplo, adquiridos equipamentos para a identificação de bactérias multirresistentes e para realizar análises mais completas das amostras de água.  

Referência

Atualmente, o Lacen é o laboratório referência no estado do Maranhão para análise das amostras do Covid-19. Com abrangência nos 217 municípios do Maranhão, o Laboratório Central possui equipamentos de alta tecnologia, além de profissionais capacitados na realização de análises de média e alta complexidade.

A unidade auxilia no reconhecimento de dengue, zika vírus, chikungunya, leptospirose, leishmaniose canina e humana, doença de chagas, coqueluche, difteria, tuberculose, hanseníase, HIV, herpes, hepatites A, B e C, assim como influenza, rotavírus, sífilis e rubéola congênita.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.