Geral Maranhão

Sagrima e Embrapa Cocais realizam Dia de Campo Virtual sobre manejo da cultura de arroz de sequeiro

Evento teve como objetivo mostrar ações de apoio aos produtores, como a unidade de referência tecnológica da Embrapa e Sagrima.

27/04/2021 15h26
Por: Redação Fonte: Secom Maranhão
 <em>Evento foi transmitido pelo canal da Embrapa no YouTube (Foto: Reprodução)</em>
Evento foi transmitido pelo canal da Embrapa no YouTube (Foto: Reprodução)

A Secretaria de Estado da Agricultura, Pecuária e Pesca (Sagrima) e a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) Cocais realizaram, na segunda-feira (26), o 1ª Dia de Campo Virtual com a temática “Manejo da cultura de arroz de sequeiro favorecido no Maranhão”. As duas instituições são parcerias em acordo de cooperação técnica para alavancar a produtividade e a qualidade do arroz produzido no Projeto Salangô II, no município de São Mateus.

O evento foi transmitido pelo canal da Embrapa no YouTube. O público alvo envolveu produtores, técnicos, extensionistas, produtores, professores, estudantes, dentre outros interessados pelo tema. A Embrapa é uma empresa pública vinculada ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa).

“Realizamos, em grande estilo e em parceria com a Embrapa Cocais, o 1° Dia de Campo do perímetro irrigado do projeto Salangô II. Um momento ímpar, um momento especial, um momento que foi desenhado há algum tempo, quando nós implantamos ali um experimento com arroz, com várias variedades dentro dos projetos que nós estamos desenvolvendo”, pontuou o secretário de Estado da Agricultura, Pecuária e Pesca, Sérgio Delmiro.

Participaram, além do secretário Sérgio Delmiro, a chefe geral da Embrapa Cocais, Maria de Lourdes Mendonça Brefin; a secretária adjunta de Agricultura e Pecuária, Andréia Amorim; o pesquisador Guilherme Barbosa Abreu; o analista Carlos Santiago; o engenheiro agrônomo Francisco Torres; e técnicos da Sagrima.

Os participantes debateram sobre as principais características das cultivares elites da Embrapa, sobre o manejo da cultura do arroz de sequeiro favorecido e fizeram um breve histórico e apresentação do Projeto Salangô de Todos Nós. 

Segundo a organização do evento, o Dia de Campo Virtual, do Projeto Salangô II, teve como objetivo principal mostrar a unidade de referência tecnológica implantada pela Embrapa e Sagrima; apresentar a parceria que a Embrapa tem, hoje, dentro do projeto com o objetivo de disseminar a pesquisa; realizar trabalhos e mostrar o potencial produtivo quanto à cultura do arroz e à produção de alimentos.

“Hoje o Maranhão tem, dentro do Salangô II, uma grande perspectiva e um potencial enorme de produção de alimentos para o estado e para o Nordeste. Os investimentos voltados [ao produtor] são uma grande resposta e essa live de hoje demonstra o apoio dos parceiros, a participação dos mesmos; é o que faz com que o Maranhão dê um salto para o desenvolvimento da cultura do arroz dentro da cadeia produtiva tão importante que é a rizicultura no Maranhão”, ressaltou o gestor do Projeto Salangô, Francisco Torres.

O projeto Salangô II se transformou em uma unidade de referência tecnológica com a presença de parceiros como a Embrapa Cocais, Instituto Estadual de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão (IEMA) e Prefeitura de São Mateus, além de contar com apoio das secretarias estaduais, como a de Trabalho e Economia Solidária (Setres), para buscar o desenvolvimento de todo um trabalho com foco no produtor.

“O nosso foco principal é o produtor; nossas ações são voltadas ao produtor e tenho certeza que o trabalho realizado e apresentado na nossa live do Dia de Campo, ainda vai ter muita repercussão dentro das áreas afins de qual a gente está desenvolvendo o trabalho”, ressaltou o secretário Sérgio Delmiro. 

Parceria

A parceria entre Sagrima e a Embrapa Cocais tem por objeto a integração entre as partes para a execução de trabalhos de pesquisa agropecuária, com o objetivo de transferir tecnologias e capacitações. 

Na parceria, o Governo do Estado contribui com os técnicos, produtores e a área de plantio; e a Embrapa com as tecnologias disponíveis: cultivares, técnicas de manejo adequadas para a obtenção de altas produtividades e excelente qualidade de grãos.

“O Dia de Campo virtual sobre o manejo da cultura do arroz em sequeiro, favorecido no Maranhão, é primeiro fruto da parceria, estabelecida em dezembro de 2020, entre o Governo do Estado, por meio da Sagrima, e a Embrapa Cocais no Maranhão; a parceria direta visa alavancar a cultura do arroz no Maranhão e, ao mesmo tempo, dar nova vida, dar novas oportunidades aos produtores do perímetro irrigado do Salangô II”, explicou a chefe geral da Embrapa Cocais, Maria de Lourdes Mendonça Brefin.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.