Brasil Brasil

Campanha nacional distribuirá 500 mil kits de higiene a presos

Falta de asseio contribui para 61% das mortes nos presídios do Brasil

27/04/2021 12h37
Por: Redação Fonte: R7
Distribuição de produtos de higiene - (Foto: Divulgação/Universal )
Distribuição de produtos de higiene - (Foto: Divulgação/Universal )

O programa social Universal no Presídios (UNP) deu início a uma campanha nacional de arrecadação de produtos de higiene. O objetivo da iniciativa é entregar 500 mil kits para detentos e detentas dos presídios brasileiros, até junho deste ano.

Uma das maiores dificuldades das 711 mil pessoas presas no sistema carcerário é o acesso a itens básicos de higiene, o que causa graves problemas de saúde nos estabelecimentos prisionais.

Um estudo da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) levantou que a falta de asseio contribui para 61% das mortes nos presídios do país. Os detentos respondem, por exemplo, por 10,5% de casos de tuberculose no Brasil. A incidência da doença nas cadeias chega a ser 4.500% maior do que fora delas.

“Sabemos que, neste momento da pandemia, a higiene é algo muito importante para a prevenção da covid-19 e outras doenças”, explica Clodoaldo Rocha, responsável pela UNP no Brasil. “Úmidas, sem luz natural e lotadas, as celas ajudam a espalhar diversas patologias”. 

   A campanha da UNP está arrecadando papel higiênico, sabonete, absorvente feminino, escova de dente, creme dental, aparelho descartável de barbear, além de álcool em gel, luva e máscara. Quem quiser colaborar, pode entregar itens desta lista em qualquer um dos 8,7 mil templos espalhados por todos os 26 estados e no Distrito Federal. Clique aqui  para localizar a Universal mais próxima: https://www.universal.org/localizar

A primeira entrega de kits acontecerá no dia 28/5 e os organizadores esperam distribuir 250 mil conjuntos nesta fase.

O objetivo da campanha é entregar 50 mil kits
O objetivo da campanha é entregar 50 mil kits - (Foto: Divulgação/Universal )

O ex-presidiário L.D.S.P, voluntário da UNP de 35 anos de idade, destaca a importância desse tipo de iniciativa da UNP. “No início da pandemia eu estava preso. É muito difícil estar lá, sozinho. Muitos não têm nem a visita da família.”

  Ressocializando presos, ajudando familiares

A UNP foi instituída pela Igreja Universal do Reino de Deus há mais de 30 anos para atuar na ressocialização de presos, em penitenciárias masculinas e femininas de todo o Brasil. O programa social também oferece apoio aos funcionários das unidades prisionais e, apenas este ano, realizou 50,6 mil visitas a familiares de detentos e a ex-detentos.

Em 2020, no Brasil, foram atendidos 1.434.978 detentos, familiares e funcionários. Hoje, o trabalho da UNP está presente em mais de 55 países nos cinco continentes.                                                              

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.